Translate

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

E ainda deságua no mar...


"Do rio que tudo arrasta, diz-se que é violento. Mas ninguém chama de violentas as margens que os comprimem"
Bertolt Brecht (1898-1956), poeta e dramaturgo alemão

Nenhum comentário:

Postar um comentário