Translate

quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

Poesia visual


Céu cor de rosa.

Rezei o rosário, desvendei um mistério


Foi tiro e queda. No dia 22 de fevereiro passado, menos de um mês depois de começar a rezar diariamente o rosário (ou terço) com seus cinco mistérios, desvendei o maior mistério da minha vida. Obtive a resposta para a pergunta que me atormentava há uns 50 anos: por que a minha relação com meus pais - Mylton e Eugênia - sempre foi tão perturbada, conflituosa, abusiva?

Como Deus vai iluminando e desatando os nós de nossas vidas aos poucos, pra gente não surtar, a primeira parte da história eu já conhecia: quando minha mãe estava grávida de 6 meses de mim, meu pai chegou pra ela e disse que estava perdidamente apaixonado por outra mulher. Claro que eu, dentro do útero, devo ter sentido o repuxo e nem queria mais vir. Daí nasci de fórceps.

E só agora, aos 50 anos e com meu pai já falecido (desde 2014), eu soube da parte dois da história: ao receber a notícia de que meu pai estava apaixonado por outra mulher, minha mãe não se sentiu só triste, devastada, abandonada. Ela se sentiu também impotente para assumir uma criança recém-nascida sem ninguém do lado - no caso, o pai do bebê. Daí que ela quis interromper a gravidez...

PÁ! Essa notícia caiu como uma bomba na minha alma. Porque eu nunca tinha pensando nisso? O que, aliás, explica nossa história! Os "filhos de um equívoco" vivem em campos minados e, cedo ou tarde, começam as brigas com seus pais: "Você é igualzinha ao seu pai!", alfineta a mãe. "Esquece o que a sua mãe fala, filha, ela é louca". O casal se amava mas passa a se odiar. E tem a criança...

Nossa Senhora do Monte Carmelo

Vão ter que engolir esse remédio amargo a três. Nu e cru, esse é o motivo da "guerra" familiar a três que eu vivo desde que nasci. Por ter elucidado esse fato, agradeço à Nossa Senhora do Monte Carmelo. Foi ela quem me deu essa luz, colocando na minha vida, no dia e na hora certos, a testemunha que conviveu com meus pais na época em que eu nasci e que falou disso comigo de coração aberto, sem rancor, com sutileza e amor.

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Sacolinhas de crochet Mental Spa

Comecei a fazer crochet há dois anos. E inventei essas sacolinhas de mão. Algumas são feitas com sobras de linhas - como essa acima, que ganhou numa das faces uma mandala da fortuna também feita com fios "solteiros".

Sacolinha  azul-marinho e grafite com florzinhas vermelhas.

Preto, vermelho e branco com elástico marinho e búzio.

Marinho listrada de laranja.

Jamaica.

Cru com marinho.

Detalhe: acabamento na alça com florzinha.

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Para compartilhar pérolas

O Nascimento de Vênus: obra de Sandro Botticelli encomendada por Lorenzo di Médici 
exibe a deusa grega do amor, da beleza e da sexualidade nua emergindo do mar

Numa aula de dança com a professora Claudia Parolin, aprendi um exercício que aumenta o poder da intenção. A lição consiste em reconhecer e deixar fluir a ordem natural dos fatos por intermédio de movimentos de dança inspirados em Afrodite, a deusa grega do amor, da beleza e da sexualidade. Bem resumidamente, Claudia explica o seguinte:
1. Em primeiro lugar, Afrodite VÊ a pérola;
2. Em segundo, ela DESEJA a pérola;
3. Em terceiro, ela REALIZA o desejo agindo, ou seja, movendo-se para pegá-la;
4. Em quarto - e, por fim -, ela COMPARTILHA a pérola.

Quais são as pérolas que você você vê hoje à sua frente?

domingo, 9 de outubro de 2016

Decoração marroquina

Espaço interno verde sob luz natural.

Luzes refletidas na água ao cair da tarde.

Noite à luz de velas e lustre ilustre.

Piscina interna para mergulhos improvisados.